Quando o cabelo começa a ficar opaco, quebradiço, fino e percebe-se um aumento na queda dos fios, a preocupação deve ir muito além da questão estética. A queda de cabelos é um dos sintomas mais perceptíveis quando há algo errado na nossa saúde. Na mulher, está ligada diretamente a alterações hormonais e a Síndrome do Ovário Policístico pode ser uma das causas da queda de cabelo.

O que é Síndrome dos Ovários Policístico?

A Síndrome dos Ovários Policístico (SOP) é um distúrbio endócrino que interfere no processo normal de ovulação da mulher gerando alterações hormonais. Segundo a Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo, estima-se que a SOP afeta 20% das mulheres durante a fase reprodutiva.

A disfunção permite a formação anormal de cistos no ovário prejudicando a sua funcionalidade, principalmente fazendo com que haja maior produção de hormônios masculinos, alterações no ciclo menstrual e o acúmulo de microcistos no ovário.

Quais as principais causas da SOP

Não se sabe ao certo o que causa a Síndrome dos Ovários Policísticos, mas as indicações são de que sua formação tem ligação com a produção excessiva de insulina no organismo. Fatores genéticos também influenciam, já que filhas de mulheres portadoras da doença têm 50% de chance de desenvolver a Síndrome dos Ovários Policísticos.

Síndrome dos Ovários Policísticos pode ser uma das causas da queda de cabelo?

Irregularidade menstrual, presença de acne e manchas escuras na pele, aumento de peso, menor freqüência de ovulação e dificuldade para engravidar podem ser características comuns da síndrome dos ovários policísticos. Se você quiser saber mais sobre como ela afeta a fertilidade da mulher você pode acessar um material exclusivo aqui.

Outro sintoma comum e que gera um desconforto grande entre as mulheres é a presença excessiva de pelos pelo corpo ao mesmo tempo em que ocorre a queda exagerada de cabelo também.

A produção desregulada de hormônios masculinos é uma das causas da queda de cabelo em portadoras da Síndrome dos Ovários Policísticos. Mulheres que apresentam alterações capilares pela SOP também percebem seus fios opacos, quebradiços, finos e com frizz.

Como tratar a queda de cabelos em pacientes com Síndrome dos Ovários Policísticos?

Quando o diagnóstico das causas da queda de cabelo é a Síndrome dos Ovários Policísticos, a mulher deve iniciar a regularização hormonal. Com os hormônios em ordem, a avaliação profissional vai indicar qual o tratamento adequado poderá ser será efetuado. No caso da SOP os tratamentos consistem na estimulação capilar que podem ser através de:

  • Eletroterapia capilar: técnica que utiliza corrente contínua no couro cabeludo e que estimula a oxigenação e melhora o fluxo sanguíneo no local. A técnica favorece a regeneração, o fortalecimento e crescimento de novos fios de cabelo.
  • Fototerapia capilar: consiste no uso da luz para fins terapêuticos, fazendo a fotoestimulação. Ao penetrar no local aplicado, a luz atinge as células e estimula o seu metabolismo, eliminando toxinas, acelerando o crescimento epitelial e estimulando o crescimento de novos fios.
  • Intradermoterapia: é a aplicação de substâncias como aminoácidos, vitaminas e minerais em toda a região capilar para estimular o crescimento de novos fios.

Vale destacar que quanto mais cedo forem reconhecidas as causas da queda de cabelo, maiores são as chances de sucesso na recuperação.